Esta sim é uma importante batalha que já está sendo travada nos bastidores dos grandes players de tecnologia do mercado e muito em breve chegará à nossa sala de estar ou TV.

Apple, Amazon, e o Google, já deixaram claro que vão colocar toda gama de games de suas Stores e parceiros, disponíveis facilmente para serem reproduzidos via Apple TV, Fire Tv e ChromeCast para as TV`s.

digital-wars

Com isso nossos smartphones e tablete`s e até mesmo PC`s se transformam em consoles de jogos turbinados. É verdade que o hardware presente nos smartphones e tablete`s, pelo menos num primeiro momento, não chegará para brigar diretamente com os consoles ou PC`s de jogos.

Mas acreditem, o objetivo nem de longe é esse. Na verdade, a ideia é ter jogos mais simples mesmo, que atraem um público mais leigo em termos de games. É a festa do Candy Crush, Angry Birds e todos aqueles jogos que nossos amigos passam o dia todo a nos pedir vidas ou créditos.

gaming-phones-geekonomics

Por traz dessa iniciativa existe um horizonte livre no mercado de entretenimento, um oceano azul imenso que pegará o consumidor de jogos com vendas de extensões e créditos extras para continuar a jogar. Só essa brincadeira de games na Play Store do Google deverá render mais de 6 bilhões de dólares em 2015.

Projeções do site Statista™ estimam que o faturamento pode chegar a quase 14 bilhões de dólares em 2019, como mostra o gráfico abaixo.

grafico-receitas-games-geekonomics

Por traz de tudo isso está a comodidade. Pegar o celular, jogar a tela para reproduzir na TV e poder fazer em qualquer lugar sem ter que carregar consoles pesados, acessórios, jogos em mídia (DVD ou Blue Ray) e o que acho melhor de tudo: SEM FIOS POR TODO LADO.

Não se esqueçam que ainda temos os anúncios. As possibilidades de anúncios ou de direcionamento de buscas, priorização de resultados de busca, tudo vindo direto para a sala da TV. É receita que não acaba mais!

Só consigo ver um risco nessa investida toda: a velocidade das conexões de internet móvel fixa no Brasil. Afinal para que tudo funcione bem…. Temos que estar online, temos que fazer o download, temos que ter velocidade para o streaming de músicas ou vídeos…

velocidade-media-banda-larga-geekonomics

As conexões vêm melhorando e acho que devemos sofrer algum retardo no processo, mas que mais dia menos dia todos seremos convertidos ao mundo on demand dessas tecnologias.

Fiquem de olho, deu para perceber que existem muitas oportunidades vindo por ai. Aproveitem para surfar no oceano azul e não boiar!

Até a próxima.