O mês de setembro está acabando, mas acho que foi um dos meses mais agitados dos últimos para o setor de tecnologia.

Tivemos o lançamento do Office 2016, evento da Apple e novos iPad’s, apple TV e iPhones e agora no fim do mês o evento do Google (Nexus event). Ufa! Realmente foi um mês agitado. Mas um acontecimento em especial me chamou a atenção, a mudança de posicionamento da Microsoft em relação ao seu principal produto, o Office.

Além de consolidar uma queda expressiva de preços para comercialização do pacote básico, a Microsoft finalmente unificou as versões do Office para os sistemas operacionais Windows e Mac.

office-2011-mac-geekonomics

Sempre me perguntei o motivo da versão do Office para MAC ser tão ruim e no fundo acabei acreditando que era pura má vontade da Microsoft. Algo como uma espécie de punição para quem não utilizasse o Windows.

Se era essa a estratégia, ela funcionou muito bem! Sou usuário do Office desde muito cedo e quando precisei usar no MAC… Só quem usou a versão o Office 2011 para MAC sabe o sofrimento que era.

microsoft-16-mac-2

Não dá para pensar outra coisa senão uma vingança da Microsoft rsrsrs.

Picuinhas à parte…

A mudança no direcionamento estratégico da Microsoft impressiona e na minha opinião pode ter salvo a companhia de problemas sérios de posicionamento no mercado.

Para aqueles que não acompanharam listo algumas ações chave na mudança de posicionamento da empresa:

1 – Queda nos valores dos produtos de Softwares (Windows, Office principalmente);

2 – Lançamento do Office 365 na nuvem com excelente plataforma e integração com o One Drive, o serviço Cloud da Microsoft;

3 – Mudança na política de upgrade de produtos. Preços muito competitivos para usuários com sistemas antigos;

4 – Assinaturas anuais de serviços com preços competitivos que garantem upgrade gratuito e benefícios como (minutos Skype e espaço de até 1TB no One Drive totalmente gratuito)

5 – Padronização de versões para diferentes sistemas operacionais: Office 2016.

Pode parecer pouco, mas numa empresa com o histórico da Microsoft, essas mudanças realinharam completamente o posicionamento e a estratégia de negócios, fato que já reflete positivamente nos resultados da empresa, junto com o retorno sobre o Windows 10, talvez a melhor versão do sistema operacional da companhia, criada com ouvido muito próximo dos usuários finais.

statistic_id267805_microsofts-global-revenue-2002-2015

Gráfico by: Statista

Ou como os profissionais de marketing gostam de dizer: Co-Creation.