O IPCA-15 foi divulgado e para quem não gosta de inflação, para o Presidente do Banco Central Alexandre Tombini e para a meta não veio com boas notícias não.

O índice divulgado pelo IBGE tem as mesas características do IPCA, porém apura a inflação em período e com abrangência diferente.

Assim temos o IPCA que mede a inflação dentro do mês abrangendo os dias 01 e 30 de cada mês (para os meses com mais ou menos dias, considera-se o último dia do mês no cálculo). Já o IPCA-15 apura a mesma coisa só que considerando o dia 15 do mês passado ao dia 15 do mês corrente.

Simples assim.

Mas não para por aí não. É interessante saber que a abrangência da pesquisa de preços também varia.

O IPCA abrange as regiões:

Regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Vitória e Porto Alegre, Brasília e municípios de Goiânia e Campo Grande.

O IPCA-15 abrange as regiões:

Regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, Brasília e município de Goiânia.

Agora que já temos um panorama de como funciona, vamos ver como ficou o IPCA-15 de fevereiro que é uma prévia importante para o IPCA que abrange o mês corrente.

tabela-ipca-15-geekonomics

Destaquei os dois maiores resultados que foram apurados nas cidades de Salvador (2,26%) e Recife (1,82) e aqui gostaria de compartilhar uma especulação.

Pode ser coincidência, mas sou capaz de apostar que o aumento na inflação exatamente de Salvador e Recife, se deve ao fato das cidades serem destinos muito procurados para férias e ainda mais para o carnaval.

carnaval

O fato é que o as duas cidades certamente puxaram o índice para cima e não consigo pensar que não tenha ligação com férias e carnaval. Nenhuma comprovação empírica eu fiz para chegar a essa conclusão, é verdade.

Mas se pensarmos simplesmente na lei de oferta e demanda, temos um aumento substancial na demanda pelos turistas nessas cidades e sendo assim…

as-foras-de-oferta-e-demanda-dos-mercados-tcnico-46-728

Pela excelente explicação do Professor Luciano Pires temos ideia do movimento que ocorre no carnaval.

Cabe apenas uma ressalva. No curso prazo o movimento da curva de oferta é limitado. Assim o movimento relatado no 3º passo acaba não ocorrendo no carnaval. Isso resulta a demanda no ponto D2 com alto preço e provável escassez de itens, que reforça ainda mais os preços elevados.

Então está dado o recado. Se for passar o carnaval em Recife ou Salvador. Compre tudo antes e faça seu estoque. O IPCA-15 e a inflação agradecem!

Até a próxima.