Poderia ser um início de semana para comemorar, mas não é!

Apesar de ser contra a corrupção, de considerar o governo atual incapaz, leniente e prevaricador, no último domingo dia 17 de abril de 2016 lá em casa não houve comemoração alguma.

Não posso dizer, no entanto que estou descontente com o resultado da votação na Câmara dos Deputados, que decidiu dar prosseguimento ao processo de impeachment da Presidente Dilma Roussef.

Vocês devem estar se perguntando então, porque não estou contente com atual estágio das coisas?

É que a votação na Câmara ontem foi para mim um show de bizarrices tão requintado que cheguei a enjoar.

Teve de tudo. Xingamentos, homenagens fora de contexto, bandeiras, cartazes, cantadas, apologias a ditaduras e torturas, preconceitos…

Enfim uma relação quase que infinita de impropérios, onde estivemos mais próximo de um show de circo do que de um julgamento político fundamentado, legal e sóbrio.

Por tudo não haveria clima para comemorar, mas o bode não parou por aí.

Um processo de impeachment é sim danoso para o país. É um processo que mostra uma ampla necessidade de reforma política, infelizmente hoje sem herdeiro.

Não há liderança moral nem política que possa se apropriar do momento e que me dê esperança de melhora do estágio atual das coisas no Brasil.

Isso não significa que devemos assistir tudo passivamente. Devemos sim lutar pelo impeachment, devemos exigir cada vez mais punição aos corruptos.

Acima de tudo, devemos também nos filiar ao partido do Brasil. Essa dicotomia nós contra eles, vermelhos contra azuis, golpistas versus povo, não tem produzido nada de produtivo até agora, senão uma montanha infinita de hipocrisias e mentiras de ambos os lados.

Ninguém pode nem deve ser a favor de corrupção, ninguém deve defender aquilo que comprovadamente deu e continua dando errado.

Como alguém pode ser a favor do modelo econômico que colocou as contas públicas a beira do colapso? Que trouxe a inflação de volta aos dois dígitos e que vem produzindo inconsistências na economia que impactam negativamente todas as classes sociais?

Foi um domingo sem comemorações lá em casa.

Não há clima para festejar. Ver as ruas como final de copa ou carnaval fora de época não reconforta quem está preocupado com o resultado político e econômico do impeachment.

Pelo visto, infelizmente tem muita gente por aí com radar fora de sintonia. Pelo visto o impeachment acontecerá, o que é bom e saudável para a democracia brasileira.

Espero que todos aqueles nas ruas, nas redes sociais ou em qualquer outro lugar, que se esforcem para pensar o que realmente queremos após toda essa mobilização.

Até agora, me parece que estamos lutando pelo certo de forma errada.

Espero que o futuro mostre o contrário.