Comprar um carro pode parecer fácil, mas a verdade é que não é nem um pouco fácil comprar um carro. Você deve estar pensando: nossa, mas essa história de dica para comprar carro já está manjada.

Ao ler o restante deste post abaixo eu garanto que você mudará de ideia e levará em consideração nossas dicas, antes de comprar seu próximo carro.

Então seguem as dicas:

1 – Evite carros modelo sedan da cor preta

uber-car

Com toda a polêmica do Uber no Brasil é bom você não arriscar ser confundido com um motorista Uber por aí.

2 – Evite consórcios

consorcio

Uma maneira clássica que todo mundo usa para “juntar” dinheiro para o próximo carro é fazer o famoso consórcio. Mas a verdade é que pior que consórcio só financiamento. O consórcio na verdade é um financiamento disfarçado.

Você escolhe um modelo de carro e passa a pagar as parcelas antes de retirar o carro na concessionária. Dessa forma você acaba pagando adiantado, para retirar o carro a prazo. Tipo carnê do Baú rsrsrs.

O que ninguém fala ao vender um consórcio é que você paga pela administração (juros disfarçados) e ainda paga se o valor do modelo do carro for reajustado pela fabricante (juros pós pagos).

Mas o pior é se você por algum motivo não puder mais pagar o consórcio. Parando de pagar a qualquer momento você só recebe seu dinheiro de volta se for sorteado. E quando receber, ele estará com zero de correção! Ou seja…. Uma péssima opção!

3 – Cuidado com centrais multimídia

multimidia-car

Muitas novas centrais multimídia não são compatíveis com todas as plataformas de smartphone. Então antes de investir procure saber exatamente se você terá como usar.

4 – Carro usado X Carro novo

filme-carros-420x231

Todo mundo já escutou que carro zero Km é um mal negócio. Que após retirar da concessionária você perde um valor enorme, mesmo o carro estando novo e quase sem uso. Isso é verdade, mas só vale se você precisar se desfazer do carro logo após a compra, o que acontece na imensa minoria dos casos.

Quando compramos um carro novo, esperamos no mínimo permanecer com ele por um período de 2 a 3 anos. Dessa forma, a desvalorização que tem no ato da compra é amplamente compensada pelos baixos gastos com manutenção.

Em termos de opção, pela economia, vale um carro mais simples que não dê problema do que um carro usado todo equipado que viva na oficina.

5 – Estime o consumo

tanque-reserva-combustivel

Seja pessimista com o consumo do carro. Sempre nos folhetos de propaganda há menção ao consumo e em geral a menção é intervalar, ou seja,, mostra o consumo dentro de uma faixa média. Por exemplo consumo na cidade 8 a 10 Km/L.

Ao analisar pense sempre que o consumo, tomando o exemplo acima como referência, estará na faixa de 6 a 8 Km/L isso pode ser exagerado, mas dará uma projeção conservadora dos gastos com combustível. Na pior das hipóteses, se a estatística do fabricante estiver correta, você terá uma sobra de caixa.

Como eu havia dito, pode parecer bobeira, mas a decisão de comprar um carro é um decisão séria que pode trazer muito conforto e satisfação ou muita dor de cabeça e gastos fora de controle.

Pense nisso quando for escolher seu próximo carro e faça bom proveito!

Até a próxima.